Notícias em Destaque

A FACE DO EMPRESARIADO BRASILEIRO

“Não podemos parar por 7 mil que vão morrer” e “molecada na favela nem pega”: os bolsonaristas sobre o coronavírus

Para o empresário Roberto Justus, 7 mil brasileiros morrendo é irrelevante. Cuidado que o mundo dá muitas voltas. (grifo meu)

Enquanto o mundo olha para a pandemia de coronavírus e realiza esforços para diminuir seu alastramento, empresários bolsonaristas não parecem estar contentes com as tentativas de salvar vidas. Para Luciano Hang, já conhecido dono das lojas Havan, Junior Durski, dono da rede de restaurantes Madero, e Roberto Justus, empresário conhecido pelo programa “O Aprendiz”, a economia se sobrepõe à luta contra a Covid-19 – e eles não têm medo de fazerem essas afirmações.

A mais enfática e literal, até o momento, saiu de um vídeo gravado por Durski e publicado, orgulhosamente, em suas redes sociais. Aos seus seguidores, ele diz, indignado: “Não podemos [parar] por conta de 5 mil pessoas ou 7 mil pessoas que vão morrer. […] Tava melhorando muito, o Brasil tem que continuar trabalhando. Não pode simplesmente os infectologistas [sic] decidir que tem que todo mundo parar.”, diz o empresário.

Leia mais.....A FACE DO EMPRESARIO 

https://www.cartacapital.com.br/sociedade/nao-podemos-parar-por-7-mil-que-vao-morrer-e-molecada-na-favela-nem-pega-os-bolsonaristas-sobre-o-coronavirus/ 

 

Nenhum comentário

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Site GutemBA News.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O ADM pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.