Notícias em Destaque

COVID-19 NO BRASIL PASSA DOS 850 MIL CASOS CONFIRMADOS

Covid-19: Brasil tem 42.720 mortes e 850.514 casos confirmados, dizem secretarias de Saúde
O número de casos do novo coronavirus no Brasil subiu para 850.514 e o total de mortes chega a 42.720. Os dados, divulgados na noite deste sábado (13), constam no painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.
Nas últimas 24 horas, foram registrados mais 25.982 casos novos e 909 óbitos, segundo os dados divulgados pelo Conass. Na sexta-feira (12), o país tinha 41.828 mortes e 828.810 casos confirmados de Covid-19, de acordo com o conselho.
Os dados do Conass também viraram referência para o Congresso Nacionalque abandonou a contagem do Ministério da Saúde. A decisão foi anunciada na segunda-feira pelo presidente do Senado, Davi Alcolumbre.
Na terça, o governo do presidente Jair Bolsonaro voltou a divulgar dados acumulados de casos confirmados e óbitos no site oficial disponibilizado pelo Ministério da Saúde, que haviam sido omitidos da plataforma na quinta-feira (4).
O recuo acontece após a determinação para retomada da divulgaçãodecidida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal)Alexandre de Moraes, na noite de segunda-feira (8), ao acatar um pedido protocolado pelos partidos Rede, PSOL e PC do B.
Mais cedo nesta terça, o ministro-interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, voltou a negar que a pasta esteja escondendo dados da Covid-19negar que a pasta esteja escondendo dados da Covid-19, e reiterou que os dados retirados seriam recolocados no portal, durante reunião da comissão externa da Câmara dos Deputados que acompanha as ações de combate à pandemia da Covid-19.

Fonte: COVID-19

Nenhum comentário

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Site GutemBA News.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O ADM pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.