Notícias em Destaque

MEIO AMBIENTE, DESTRUIÇÃO OU RENOVAÇÃO, FICA A PERGUNTA

Prefeitura de Candeal derruba árvores em praça de povoado; reforma ou crime ambiental?
Antes da derrubada das arvores

Os moradores do povoado de Belo Alto, no município de Candeal, a 60 km de Feira de Santana, não podem mais desfrutar das sombras que existiam na pracinha defronte à igreja.

Sob a justificativa de fazer uma reforma, a construtora contratada pela Prefeitura para realizar a  obra derrubou as árvores que existiam na praça, tirando a beleza e o conforto que elas propiciavam ao local.

Praça depois da derrubada das arvores

Eram mais de 15 árvores nativas, informa o sr. Paulo Jackson, proprietário de imóvel no povoado rural. A destruição deixou os moradores estarrecidos e revoltados com o que consideram um provável crime ambiental.

Meu coração sangrou e meus olhos se encheram de lágrimas, quando vi tamanha destruição na praça de Belo Alto, em pleno tempo de pandemia do Covid19!”, disse. Ele pediu informações, através de email, ao prefeito do município, Everton Cerqueira, sem, no entanto, receber resposta até agora.

A praça era assim como nessa foto acima. Os moradores do povoado, e principalmente os do entorno da praça querem que o Prefeito ou a Secretaria de Administração apresente o projeto da reforma que eles desejavam, mas não com a derrubada das árvores.

O sr. Paulo Jackson  enviou  email não só ao prefeito mas também à Secretaria sem obter nenhuma resposta. Segundo ele “já estão sendo movidas algumas ações junto ao Ministério Público Estadual, para que o Sr. Prefeito seja responsabilizado pela destruição promovida pela Prefeitura.” 

Por Gutemberg Oliveira

Nenhum comentário

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Site GutemBA News.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O ADM pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.