Notícias em Destaque

O CAOS EM MANAUS E A COVID-19 NA COLETIVA DO MINISTRO DA SAÚDE

 Documento da AGU prova que governo soube 10 dias antes do colapso de oxigênio em Manaus

18 de janeiro de 2021, 19:50

A Advocacia-Geral da União (AGU) enviou um ofício ao Supremo Tribunal Federal (STF), seguindo determinação do ministro Ricardo Lewandowski, revelando que o governo federal sabia do iminente colapso do sistema de saúde no Amazonas 10 dias antes da crise.

O ministério relata reuniões do secretariado do ministério da Saúde, realizadas entre 3 e 4 de janeiro, onde foi constatada a "possibilidade iminente de colapso do sistema de saúde, em dez dias, o que pode provocar aumento da pressão sobre o sistema, entre o período de 11 a 15 de janeiro", diz o documento.

O texto afirma também que "o Ministério da Saúde não havia sido informado da crítica situação do esvaziamento de estoque de oxigênio em Manaus, ciência que apenas se operou em 8 de janeiro, por meio de e-mail enviado pela empresa fabricante do produto".

No assunto da mensagem, enviada pela White Martins, estava "o aumento do consumo dos gases medicinais durante a pandemia da Covid 19, sugestão de plano de contingência", reporta o G1.

Isento desde o ano passado, o governo Bolsonaro decidiu aumentar os impostos sobre cilindros de oxigênio poucos dias antes da crise no Estado.

A análise dos jornalistas #Valdo Cruz, #Natuza Nery e #Julia Duailibi sobre a coletiva feita pelo Ministro da Saúde Eduardo Pazuello. https://g1.globo.com/globonews/

A Júlia Duailibi relata que entre o dia 04 e dia 08 de janeiro de acordo com a AGU, a White Martins, fornecedora de oxigênio hospitalar na capital do Amazonas, avisou o governo estadual, que “o imprevisto aumento da demanda ocorrido nos últimos dias agravou consideravelmente a situação de forma abrupta”


Inicialmente, a reação do governo foi anunciar o reforço no estoque de oxigênio, com o envio de 350 cilindros a Manaus, entre 8 e 10 de janeiro. O governo do Amazonas confirmou o recebimento de 373 bombas de infusão de oxigênio, em 11 de janeiro, mas relatou que a quantidade só era suficiente para 70 dos 2,7 mil pacientes internados por covid-19 no estado.

Valdo Cruz completa a fala de colega falando que o governo marcou a entrevista para dar uma explicação ao STF.

Natuza Nery faz um ponto com a fala sua colega e diz mais que o ministro "mentiu descaradamente" e que ele afronta a minha e a sua inteligência.







Nenhum comentário

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Site GutemBA News.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O ADM pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.