Notícias em Destaque

FEIRA DE SANTANA SEUS "CAUSOS" E CASOS - FINAL

 O CASARÃO DOS OLHOS D´ÁGUA FOI MORADIA DE DOMINGOS E ANA?

Eduardo Kruschewsky

Agora, com a instalação da Casa da Cultura no Casarão, acende-se, mais uma vez, uma antiga polêmica. Alguns afirmam, “de mãos juntas” que o imóvel era de propriedade do casal Domingos Barbosa de Araújo e Ana Brandoa (Brandão). Mas, existem aqueles, como eu, que discordam.
Foto: Memória de Feira
Em 2006, através do Fazcultura, o casarão foi reformado pela Prefeitura Municipal, a pedido da Fundação da família Pedra que o doou, posteriormente, ao Município. Segundo historiadores, a sede da Fazenda Santana dos Olhos D´Água ficava onde hoje é o Polo Comercial conhecido como Feiraguai e que a Capela de Sant´Ana e São Domingos deu origem à atual Igreja Matriz da cidade.
Como uma área de terras, objeto de uma querela Estado-Clero poderia pertencer a esta família se o patrimônio objeto do litígio, passou cerca de um século depois da morte de seus proprietários (1848), para o domínio da União? Não seria estranho este imóvel está em mãos de particulares até o século XXI? O casarão, abandonado, estaria ainda em pé? Não há dúvidas de que o imóvel é um patrimônio da Cidade, uma testemunha de uma época, apenas, sem perder seu valor histórico... Convenhamos que a cidade cresceu tanto que algumas áreas rurais se tornaram urbanas, caso da fazenda que pertencia à família Pedra e propriedades outras, como a Mochila.  Portanto, diríamos que o Casarão dos Olhos D´Água, sem ter pertencido a Domingos e Ana, é uma parte da Memória Feirense...

De EDUARDO KRUSCHEWSKY – poeta, escritor e jornalista (DRT 2141). Ex-presidente da Academia Feirense de Letras e seu atual vice-presidente, membro do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana.

Para o gutembanews

Nenhum comentário

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Site GutemBA News.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O ADM pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.